Logotipo Peruzzo
Newsletter
Receba informações periodicamente

Trocar Imagem
Indique este site
Adicione aos favoritos

O que é?

É uma doença caracterizada pela rápida e repentina perda de cabelo do couro cabeludo e/ou de qualquer outro lugar do corpo (barba, pubis, sobrancelhas, axilas). Existem vários tipos. Alguns regridem espontaneamente, sem tratamento (a maioria), e outros melhoram com tratamentos. Há ainda os que permanecem, apesar dos tratamentos. Esta doença afeta cerca de 1,7% da população mundial.

 

Cirurgia Plástica Dr. Milton Peruzzo

 

Como a doença ocorre?

Na Alopecia areata, os folículos do cabelo são atacados por engano pelo próprio sistema imunológico da pessoa, resultando na interrupção do crescimento dos fios. Geralmente, tudo começa com pequenas falhas no couro cabeludo que regridem espontaneamente após alguns meses. Em alguns casos pode haver progressão para a perda total dos fios ou mesmo de todo o cabelo do corpo.

O corpo dá outros sinais, além da queda de cabelo?

Podem ocorrer diversos tipos de deformações nas unhas. Em alguns casos ficam estriadas, como se elas tivessem sido arranhadas por um alfinete ou cheias de pontinhos aprofundados, como um dedal. Mas, além do cabelo e ocasionalmente das unhas, nenhuma outra parte do corpo costuma ser afetada.

 

Cirurgia Plástica Dr. Milton Peruzzo

 

A Alopecia areata é hereditária?

Pode ser. A hereditariedade é apontada como um fator importante. Estima-se que uma em cada cinco pessoas com Alopecia areata tenha alguém na família com a doença. Quem a desenvolve depois dos 30 anos de idade, no entanto, tem menos probabilidade de que alguém da família venha a adquiri-la.

A Alopécia areata costuma ocorrer em famílias cujos membros tiveram asma ou doenças auto-imunes como artrite reumatóide, lupus e vitiligo. É também comum em pacientes com alteração cromossômica, como a Síndrome de Down. Vale destacar que a doença não é contagiosa. A causa é, na verdade, desconhecida. Fala-se que algum grande episódio de estresse pode ser o pontapé inicial, mas há poucas evidências científicas respaldando essa tese.

Existe cura?

Nenhum tratamento demonstrou ser bom o suficiente para a maioria dos pacientes. O cabelo poder vir a crescer novamente – e... cair novamente. É interessante observar que não importa qual a extensão da perda, os folículos continuam vivos e estão prontos para produzir cabelo assim que receberem o sinal verde do corpo para esta tarefa. Existem - isto sim - diversos tratamentos, cuja escolha vai depender de fatores como a idade do paciente e a quantidade de cabelo perdido. Alguns tratamentos tópicos (aplicados no couro cabeludo) parecem bem eficientes pois aproximadamente 70% dos pacientes voltam a ter crescimento do cabelo em cerca de seis meses. Porém estes mesmos especialistas admitem a existência de pontos negativos: a aplicação de algumas substâncias pode causar sérias reações alérgicas. Em outros casos, os cabelos ganhos durante o tratamento podem começar a cair novamente com a suspensão da terapia.

As próteses, também chamadas de peruca, ainda são apontadas como uma saída menos traumática e, é claro, livre de efeitos colaterais. Vale reiterar que existe a possibilidade de o cabelo voltar a crescer mesmo sem tratamento e depois de muitos anos.

Como conviver com o preconceito?

Tudo que foge do padrão, logicamente está sujeito a sofrer preconceito. No caso da Alopécia areata, estamos falando do comprometimento de uma das mais tradicionais armas de sedução da história da humanidade, o cabelo. Não são raros os casos em que a pessoa que desenvolve a doença chega ao extremo de retirar-se do convívio social, envergonhada da própria imagem. Algumas vezes é importante ajuda de um profissional, como psicólogo ou psiquiatra, para que seja recuperada a autoconfiança.

Existe um perfil do portador da doença?

Não. A Alopécia areata pode ocorrer em homens e mulheres de qualquer idade e raça. De todos os indivíduos afetados, cerca de 5% perde todo o cabelo do couro cabeludo e, em menos de 1% dos casos, há perda de todo o cabelo do corpo. Como não tem outros sintomas claros, normalmente é o cabeleireiro quem primeiro chama atenção do paciente para a ocorrência da Alopecia.

Como saber se minha queda de cabelo é normal?

O cabelo normal se desenvolve em três estágios: fase de crescimento, fase de pausa e fase de queda. Não costuma haver nada de errado naquela perda depois de escová-lo ou lavá-lo. Desconfie se essa perda chegar a mais de 200 fios por dia, se seus cabelos começarem a apresentar áreas de menor volume ou se falhas forem percebidas. Lembre-se que diversas outras doenças, como anorexia, sífilis, alterações hormonais, anemia, entre outras, podem estar relacionadas com queda de cabelo. Portanto, se perceber alguma alteração em seus cabelos, consulte um médico para descobrir o que realmente está acontecendo.

Exemplos:

 

Cirurgia Plástica Dr. Milton Peruzzo

 

Clobetasol 0,05% sob oclusão induz recrescimento capilar em pacientes com alopecia areata total ou universal

A proposta desse estudo realizado por pesquisadores do Departamento de Dermatologia da Universidade de Bologna,Itália,foi avaliar a eficácia da pomada de clobetasol 0,05% sob oclusão no tratamento de pacientes com alopecia areata total(AT) e alopecia areata universal.O tratamento foi instituído por 6 dias na semana,por 6 meses.

Segundo os resultados, 28,5% dos pacientes apresentaram recrescimento capilar após 6 a 14 semanas do início do tratamento.

Tosti A, Piraccini BM, Pazaglia M, Vincenzi C. Clobetasol propionate 0,05% under occlusion in the treatment of alopecia totalis/universalis. J. Am Acad dermatol. 2003 Jul;49(1):96-8.

Apesar do trabalho ser de 2003, apenas agora o veículo oclusivo se apresenta disponível de forma prática no Brasil para ser manipulado.

DR. MILTON PERUZZO
Al. Santos, 211  -  8º andar cj. 810  -  CEP 01419-000  -  São Paulo  -  SP
Fones: +55 11 3288-2070 / 3283-2582 - clinica@peruzzo.med.br
Home   l   Milton Peruzzo   l   Estrutura   l   Vídeos e Entrevistas   l   Contato   l   Calvície   l   Causas da Calvície   l   Tratamento Clínico da Calvície
Cirurgias   l   Micro Transplante de Cabelos   l   Pré Operatório   l   Técnica Cirúrgica   l   Pós Operatório   l   Calvície Feminina
Perguntas e Respostas   l   Conclusões   l   Galeria de Fotos   l   Animações   l   Alopecia Areata   l   Cirurgia Plástica
Medicina Estética   l   Notícias   l   Fórum   l   Qual o Meu Caso?   l   Novidades do Mês   l   Produtos em Destaque   l   Links
© Copyright 2008 - Cirurgia Plástica Dr. Milton Peruzzo - Todos os direitos reservados - Retratação da Internet
Agência Digital