Dr.Milton Peruzzo | Causas da Calvície
CAUSAS DA CALVÍCIE
O termo científico para a calvície masculina é Alopécia Androgenética. O termo alopécia se refere à perda dos cabelos. Andro vêm do hormônio androgênico, a testosterona, que é o hormônio masculino e genético da hereditariedade, ou seja da presença de um gene, transmitido por herança familiar. Portanto a queda dos cabelos está direta e unicamente relacionada à associação destes dois fatores e a nada mais. 96% dos homens apresentarão perda de cabelos em estágios variáveis no decorrer de suas vidas. Não é a testosterona de forma direta que fará o link com o gen da calvície e sim a DiHidroTestosterona(DHT). A maioria dos homens assume ou tolera esta perda sem prejuízos de seus aspectos psico-emocionais, porém outros aceitam de forma bastante negativa a perda precoce de seus cabelos, podendo inclusive trazer transtornos à sua vida afetiva e profissional, piorando sua qualidade de vida. Aos 30 anos de idade, 30% dos homens apresentam Alopécia Androgenética. Aos 50 anos, 50% a tem. A raça branca apresenta uma incidência 4 vezes maior que a raça negra de apresentar calvície prematura. Raramente a calvície se manifesta na adolescência; mais comumente após esta e sua evolução se dá de forma mais agressiva entre os 20 e 40 anos de idade. Após sua instalação alguns homens estarão completamente calvos em 5 anos, porém a maioria levará de 15 a 25 anos para definir seu padrão de calvície; isto ocorre porque como foi dito anteriormente temos 2 fatores que definem a perda dos cabelos: os genes e o hormônio que têm seu auge entre 20 e 40 anos de idade e posteriormente sua produção entra em declínio, diminuindo o estímulo à queda dos cabelos. Após os 55 anos de idade raramente se inicia o processo de calvície. O processo de instalação da calvície se dá quando após a ligação da DHT com os genes da calvície, os cabelos entram em progressiva miniaturização, ficando cada vez mais finos e delicados até se transformarem em pêlos e caírem de forma irreversível.
Daí o porquê de não haver como "ressuscitar" o cabelo perdido. Existe um padrão de instalação da alopécia androgenética que se inicia nas entradas, seguindo pela rarefação da área central da cabeça e culmina na área posterior da cabeça, na chamada coroa de padre. Vários autores classificaram os diversos padrões de calvície em estágios que vão de 1 a 7.Preferimos a Classificação de Hamilton para os homens e a de Ludwig para as mulheres.Veja nas tabelas abaixo qual o seu padrão de calvície.Entre os 20 e 50 anos de idade esse processo está em evolução, portanto procure analisar as áreas onde você já perdeu os cabelos e inclua na sua avaliação as áreas onde você percebe que seus cabelos estão mais finos e delicados, pois já estão em miniaturização e irão cair mais à frente.
Norwood/Hamilton(NH)
Ludwig
Após o exame físico você saberá qual a sua classificação, que em última análise servirá para lhe dar um prognóstico de quantos cabelos serão necessários para uma boa cobertura da área calva ou se sua calvície ainda irá se modificar.
Quer receber informações?
DR. MILTON PERUZZO Contato +55 11 3288.2070 / 3283.2582 clinica@peruzzo.med.br